Hábitos de higiene bucal e uso de serviços odontológicos por estudantes do município de Canindé-CE

Cosmo Helder Ferreira da Silva, Heloyse Maria Rocha Arruda, Adrícia Kelly Marques Bento, Gabriela Soares Santana, Karlos Eduardo Rodrigues Lima, Ana Caroline Rocha de Melo Leite

Resumo

Analisar Este estudo tem o objetivo de apresentar as características, particularidades e aplicações variadas do exame de ressonância magnética no diagnóstico da esclerose múltipla (EM), apresentando suas vantagens e desvantagens no diagnóstico diferencial destas afecções. Está delineado pela proposta de uma pesquisa embasada nos pressupostos da revisão da literatura. Com isso, utilizou para análise estudos que tenham sido publicados em periódicos nacionais e internacionais, indexados em base de dados como BIREME e SCIELO, que tenham como enfoque principal a questão que envolve os critérios para a importância da ressonância magnética como método diagnóstico. Com o resultado da pesquisa foi possível concluir que o papel do diagnóstico por imagem na investigação da EM se mostra de muita importância, visto que apenas com a investigação clínica não é possível ter a certeza desta patologia se mostrando, então, como um importante instrumento auxiliar na detecção dos estágios iniciais e avançados da doença, permitindo a visualização das imagens e dos processos inerentes à patologia em questão.

Descritores: Ressonância Magnética, Esclerose Múltipla, Diagnóstico.

 

Diagnosis of multiple sclerosis by magnetic resonance imaging

Abstract: This study aims to present the characteristics, particularities and varied applications of magnetic resonance imaging in the diagnosis of multiple sclerosis (MS), presenting its advantages and disadvantages in the differential diagnosis Of these affections. It is delineated by the proposal of a research based on the assumptions of the literature review. Thus, studies that have been published in national and international journals, indexed in databases such as BIREME and SCIELO, have been used to analyze the main focus of the issue that involves the criteria for the importance of magnetic resonance as a diagnostic method. With the result of the research it was possible to conclude that the role of imaging diagnosis in the investigation of EM is very important, since only with clinical research it is not possible to be sure of this pathology showing, then, as an important auxiliary tool to detect the early and advanced stages of the disease, allowing the visualization of the images and processes inherent to the pathology in question.

Descriptors: Magnetic Resonance Imaging, Multiple Sclerosis, Diagnosis.

 

Diagnóstico de la esclerosis múltiple por resonancia magnética

Resumen: Este estudio pretende presentar las características, particularidades y variadas aplicaciones de la resonancia magnética en el diagnóstico de la esclerosis múltiple (EM), presentando sus ventajas y desventajas en el diagnóstico diferencial de estos afectos. Está delineado por la propuesta de una investigación basada en los supuestos de la revisión bibliográfica. Así, se han utilizado estudios publicados en revistas nacionales e internacionales, indexados en bases de datos como BIREME y SCIELO, para analizar el enfoque principal del tema que involucra los criterios de la importancia de la resonancia magnética como método de diagnóstico. Con el resultado de la investigación fue posible concluir que el papel del diagnóstico por imágenes en la investigación del EM es muy importante, puesto que solamente con la investigación clínica no es posible estar seguro de esta patología monstrándose, entonces, como una importante herramienta auxiliar para detectar las etapas tempranas y avanzadas de la enfermedad, permitiendo la visualización de las imágenes y procesos inherentes a la patología en cuestión.

Descriptores: Imagen de Resonancia Magnética, Esclerosis Múltiple, Diagnóstico.

Texto completo:

PDF

Referências

Bhatia SK. et al. Characteristics of child dental neglect: a systematic review. J Dent Bristol. 2014; 42(3):229-239.

Assis SG, Avanci JQ. Adolescência e saúde coletiva: entre o risco e o protagonismo juvenil. Ciênc Saúde Colet. 2015; 20(11):231-238.

Carvalho RWF. et al. Aspectos psicossociais dos adolescentes de Aracaju (SE) relacionados a percepção de saúde bucal. Ciênc Saúde Colet. 2011; 16(1):1621-1628.

Roncalli AG. Projeto SB Brasil 2010- Pesquisa Nacional de Saúde Bucal revela importante redução da cárie dentária no país. Editorial. Cad Saúde Pública. 2011; 27(1):4-5.

Costa SM. et al. Inequalities in the distribution of dental caries in Brazil: a bioethical approach. Cienc Saude Colet. 2013; 18(2):461-470.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta. Brasília: Editora do Ministério da Saúde. 2013; 48.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Coordenação de Trabalho e Rendimento. Rio de Janeiro: IBGE. 2019; 108.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: cidades 2010. Rio de Janeiro. 2019.

Fernandes LMAG. Validação de um instrumento para avaliação da satisfação dos usuários, com os serviços públicos de saúde bucal-QASSaB. Camaragibe. 2002. Tese de Doutorado. Tese Doutorado. Pernambuco: Faculdade de Odontologia de Pernambuco. UPE.

Gomes D, Da Ros MA. A etiologia da cárie no estilo de pensamento da ciência odontológica. Cienc Saude Colet. 2008;13(3):1081-1090.

Santos CNS. A saúde bucal de adolescentes: aspectos de higiene, de cárie dentária e doença periodontal nas cidades de Recife, Pernambuco e Feira de Santana, Bahia. Ciênc Saúde Colet. 2007; 12(5):1155-1166.

Oliveira LB, et al. Cárie dentária em escolares de 12 anos: análise multinível dos fatores individuais e do ambiente escolar em Goiana. Rev Bras Epidemiolo. 2015; 18(3):642-654.

Silva CHF. et al. Saúde bucal: dos hábitos e conhecimentos de higiene ao comportamento e acesso a serviços odontológicos de universitário brasileiros e estrangeiros. Passo Fundo: Rev Faculdade Odontologia. 2018; 23(1):17-23.

Pazos CTC. Mediação entre autoestima e comportamentos de saúde bucal em adolescentes, 97 p. Dissertação (Mestrado em Saúde da criança e do adolescente) Universidade Federal de Pernambuco. Centro de Ciências da Saúde. Universidade de Pernambuco. 2017.

Geus JI et al. Prevalência de cárie e Auto percepção da condição de saúde bucal entre crianças de escolas urbanas e rurais de Ponta Grossa-Pr. Pesquisa Brasileira em Odonpediatria e Clínica Integrada. 2013; 13(1):111-117.

Carvalho RWF. et al. Aspectos psicossociais dos adolescentes de Aracaju (SE) relacionados a percepção de saúde bucal. Ciênc Saúde Colet. 2011; 16(1):1621-1628.

Noro LRA. et al. Incidência de cárie dentaria em adolescentes em município do nordeste brasileiro, 2006. Cad Saúde Pública. 2009; 25(4):783-790.

Acharya S, Pentapati KC, Singh S. Influence of socioeconomic status on the relationship between Locus of Control and Oral Health. Oral Health Prev Dent. 2011; 9(1):9-16.

Rocha RACP, Goes PSA. Comparação do acesso aos serviços de saúde bucal em áreas cobertas e não cobertas pela estratégia saúde da família em Campina Grande, Paraíba, Brasil. Cad. Saúde Pública. 2008; 24(12):2871-2880.

Frieden TR, Henninh KJ. Public health requirements for rapid progress in global health. Glob Pubic Health. 2009; 4(4):323-37.

Spalj S, Spalj VT, Ivankocic L, Plancak D. Oral health-related risk behaviours and attitudes among Croatian adolescentes-multiple logistic regression analysis. Coll Antropol. 2014; 38:261-7.

Brasil. Ministério da Saúde. Projeto SB Brasil 2010: Pesquisa nacional de saúde bucal - resultados principais. Brasília: Ministério da Saúde. 2011.

Alves SLC, Vasconcelos MMVB. Levantamento das necessidades odontológicas em crianças de 12 anos da zona urbana do município de Verdejante-PE. Clin Científ. 2008; 7(4):325-329.

Castro RD, Oliveira AGRC, Araújo IM. Estudo da acessibilidade organizacional aos serviços de saúde bucal de um município de pequeno porte do nordeste brasileiro. Rev Bras Ciênc Saúde. 2007; 14(4):65-76.


Visualizações do PDF:

20 views


Visualizações do Resumo:

37 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2016 Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Científicos em Saúde. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud