Enfermagem no parto humanizado: revisão de literatura

Amanda Guedes Lima de Souza, Gessyca Gomes Cardoso, Letícia Malheiros da Silveira, Gerson Scherrer Júnior

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo identificar o papel da enfermagem no parto humanizado. Foi embasada nos pressupostos da revisão de literatura. Utilizando os seguintes descritores: Enfermagem AND Parturiente AND Humanização, foram encontrados: a princípio 38 artigos e lidos os resumos; 19 foram excluídos após leitura do título; 19 foram selecionados; 7 foram excluídos após leitura do resumo; 12 artigos foram selecionados; 2 foram excluídos por não disponibilizar texto completo; 10 artigos foram selecionados; 2 foi excluído após leitura na íntegra, sendo escolhidos 7 que atendiam nosso objetivo. As categorias formadas foram: enfermagem; parto humanizado; gestante. As evidências apontam que embora houvesse uma “rejeição inicial” por parte dos enfermeiros em relação ao parto humanizado, após começarem a prestarem esse tipo de assistência, a avaliação a esse ato se torna positiva. Sendo assim, para realmente existirem mudanças significativas em relação ao parto humanizado são necessárias novas atitudes na reorganização dos cuidados, na promoção de uma educação qualificada dos profissionais da saúde, assim como uma boa estrutura de trabalho.

Descritores: Enfermagem, Parto humanizado, Parturiente.


Nursing in humanized labor: review of literature

Abstract: This research had the objective to identify the role of nursing in humanized childbirth. It was based on the assumptions of literature review. Using the following descriptors: Nursing AND Parturient AND Humanization, at first, were found 38 articles and the abstracts were read, 19 were excluded after reading the title, 19 were selected; 7 were excluded after reading the resume; 12 articles were selected; 2 were excluded because they didn’t provide the full article; 10 articles were selected; 2 were excluded after reading the full text, at the end 7 were chosen because they reached our goals. The categories formed were: nursing; humanized birth; pregnant. The evidences indicate that although there was an “initicial rejection” of humanized birth by nurses, after they start doing this kind of assistance, the evaluation to this act turn into positive. Therefore, to have significant changes in relation to humanized birth, new attitudes are necessary in the reorganization of care, in the promotion of a qualified education of the health professionals, as well as a good work structure.

Descriptors: Nursing, Humanized Birth, Parturient.


Enfermería en el parto humanizado: revisión de literatura

Resumen: Esta investigación tuvo como objetivo identificar la función de la enfermería en el parto humanizado. La misma se basó en los supuestos de la revisión de literatura. Utilizando los seguientes descriptores: Enfermería AND Parturienta AND Humanización, al princípio, fueron encontrados 38 artículos y leídos sus resúmenes: 19 han sido excluidos después de la lectura de su título; 19 han sido seleccionados; 7 han sido excluidos después de la lectura de sus resúmenes; 12 artículos han sido selecionados; 2 han sido excluidos porque no ofrecían el texto completo, 10 artículos han sido selecionados, 2 han sido excluídos después de leerlos por enterro, siendo elegidos 7 artículos que atendían a nuestro objetivo. Las categorías que se han formado son: enfermería, parto humanizado, embarazada. Las evidencias indican que aunque haya un “rechazo inicial” por parte de los enfermeiros em relación al parto humanizado, después de comenzar a prestar ese tipo de asistencia, la evaluación a ese acto se vuelve positiva. Por lo tanto, para que realmente haya câmbios significativos en relación al parto humanizado, nuevas actitudes en la reorganización de los cuidados son necesarias, así como en el incremento de una educación cualificada de los profisionales de la salud y una buena estructura de trabajo.

Descriptores: Enfermería, Parto humanizado, Parturienta.

Texto completo:

PDF

Referências

Vendrúscolo CT, Kruel CS. A história do parto: so domicílio ao hospital; das parteiras ao médico; de sujeito a objeto. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências Humanas. 2015; 16(1):95-107.

Conselho Regional de Enfermagem. Humanização do parto: assistência humanizada ao parto e nascimento busca devolver à mulher o seu protagonismo. 2016.

Caparroz SC. O resgate do parto normal: contribuições de uma tecnologia apropriada. Joinville: Univille. 2003.

Nascimento FCV, Silva MP, Viana MRP. Assistência de enfermagem no parto humanizado. Rev Pre Infec Saúde. 2018; 4:6887.

Toral A, Vilain CRF, Morais T, Valcarenghi RF, Correia JBB, Tamary Carla Lemos Ponciano TMC. Assistência de enfermagem na humanização do parto: uma revisão integrativa. Rev Estácio Saúde. 2019; 8(1):45-53.

Pereira SS, Oliveira ICMS, Santos JBS, Carvalho MCMP. Parto natural: a atuação do enfermeiro diante da assistência humanizada. Tempus, Actas Saúde Colet. 2016; 10(3):199-213.

Pieszak GM, Terra MG, Rodrigues AP, Pimenta LF, Neves ET, Ebling SBD. Percepção da equipe de enfermagem quanto à dor da parturiente: perspectivas para o cuidado. Rev Rene. 2015; 16(6):881-9.

Motta, SAMF, Feitosa DS, Bezerra STF, Dodt RCM, Moura DJM. Implementação da humanização da assistência ao parto natural. Rev Enfer UFPE. 2016; 2(10):593-599.

Mabuchi AL, Fustinon SM. O significado dado pelo profissional de saúde para trabalho de parto e parto humanizado. Acta Paul Enferm. 2008; 21(3):420-6.

Davim RGB, Bezerra LGM. Assistência à parturiente por enfermeiras obstétricas no Projeto Midwifery: um relato de experiência. Rev Latino Am Enferm. 2002; 10(5):727-32.

Porfírio AL, ProgiantiII JM, Souza DOM. As práticas humanizadas desenvolvidas por enfermeiras obstétricas na assistência ao parto hospitalar. Rev Eletr Enferm. 2010; 12(2):331-6.

Sescato AC, Souza SRRK, Wall ML. Os cuidados não farmacológicos para alívio da dor no trabalho de parto: orientações da equipe de enfermagem. Cogitare Enferm. 2008; 13(4):585-90.

Possati AB, Prates LA, Cremonese L, Scarton J, Neumaier Alves CN, Lúcia Beatriz Ressel LB. Humanização do parto: significados e percepções de enfermeiras. Esc Anna Nery. 2017; 21(4):1-6.

Silva RC, Soares MC, Jardim VMR, Kerber NPC, Meincke SMK. O discurso e a prática do parto humanizado de adolescentes. Florianópolis: Texto Contexto Enferm. 2013; 22(3):629-36.


Visualizações do PDF:

106 views


Visualizações do Resumo:

164 views

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
Copyright: ©-2016 Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Científicos em Saúde. Todos os direitos reservados.
Tema: Mason Publishing Group. Customizado por: Articloud