RECOMENDAÇÕES AOS CUIDADORES E FAMILIARES DE IDOSOS MEDIANTE O COVID-19

Autores

  • Joana Kátia de Mendonça Flexa Monteiro joanakatia@gmail.com
  • Selma Petra Chaves Sá selmapetrasa@gmail.com
  • William Dias Borges williamdborges@gmail.com
  • Danielle Rachel Coelho Bezza danirachel2@gmail.com

Palavras-chave:

Idoso, COVID-19, Cuidadores

Resumo

A letalidade do SARS-CoV-2,  até  o momento,  tem  sido  majoritariamente associada a pacientes  idosos,  acima  de  80  anos,  ou  à  presença  de  comorbidades  que  afetam  o  sistema imunológico. As taxas de mortalidade estão relacionadas com casos críticos e presença de comorbidades, como cardiopatias, hipertensão, diabetes, doenças respiratórias crônicas e neoplasias. O idoso por ser um dos grupos mais vulneráveis ao SARS-COV- 2, acaba por necessitar que mais cuidados  sejam  realizados,  visando  a  resguardar  a  saúde  dessa  população,  o  seu  bem  estar  e qualidade de vida, para que seja possível passaram por esse momento sem sequelas. Objetivo: Propor recomendações para os cuidadores e familiares durante o cuidado com os idosos em meio a pandemia de COVID-19. Método: A presente pesquisa trata-se de uma revisão narrativa com análise reflexiva da literatura vigente. A procura das informações ocorreram no mês de março e abril de 2021, na biblioteca virtual de saúde, biblioteca eletrônica Scielo, no portal do Ministério da Saúde, da OPAS, e também da SBGG. Se pesquisou os termos “idoso”, “recomendações”, “COVID-19”, “cuidadores e familiares”, para que assim fosse possível responder a seguinte questão de pesquisa: “quais as recomendações citadas pelos órgãos de saúde e da comunidade cientifica para os cuidadores e familiares de idosos em tempos de pandemia de COVID-19?”. Logo, os conhecimentos foram agrupados e analisados de maneira reflexiva, e desse modo, criou-se três categorias a partir das informações extraídas, objetivando uma apresentação mais adequada dos dados encontrados. Resultados e Discussão: Para que o cuidado seja possível, é necessário que os cuidadores estejam em condições físicas, psíquicas e emocionais adequadas. Para tanto, devido à pandemia da Covid-19, velhos e novos hábitos precisam ser estabelecidos por todos no convívio com os idosos. Conclusão: A COVID-19 tornou-se um grande desafio de saúde, principalmente para a população idosa, é atualmente, uma das mais vulneráveis, precisando que os cuidados sejam redobrados para que seja possível resguarda a saúde dessa população, assim, entram em foco o papel dos cuidadores, sejam eles formais ou informais. Conclusão: As medidas impostas para a prevenção e diminuição da disseminação da doença, demanda que os cuidadores sejam mais cautelosos, ao manterem contato com os idosos, e também precisam seguir as recomendações realizadas pelos órgãos de saúde. Desse modo, a presente pesquisa buscou agrupar as recomendações voltados para o cuidado com saúde do idoso, para assim, auxiliar os cuidadores nesse momento de pandemia, a desvelarem uma assistência adequada, preservando e resguardando o idoso. Implicações para Enfermagem: Assim é preciso planejar e operacionalizar recursos materiais e humanos  em  quantidade  e  qualidade  adequadas,  considerando  a  premência  do  tempo,  para  dar suporte aos serviços de saúde e aos trabalhadores de enfermagem.

Publicado

09-12-2021
Métricas
  • Visualizações 0
  • PDF downloads: 0

Como Citar

MENDONÇA FLEXA MONTEIRO, J. K. de .; PETRA CHAVES SÁ, S. .; DIAS BORGES, W. .; COELHO BEZZA, D. R. . RECOMENDAÇÕES AOS CUIDADORES E FAMILIARES DE IDOSOS MEDIANTE O COVID-19. Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Cientí­ficos em Saúde, [S. l.], p. 115, 2021. Disponível em: http://revistaremecs.com.br/index.php/remecs/article/view/767. Acesso em: 30 jun. 2022.