SÍFILIS CONGÊNITA: A INTERVENÇÃO EDUCATIVA TRAZENDO BENEFÍCIOS À SAÚDE

Autores

  • Paulo Henrique de Oliveira Barroso paulohenriqueoliveira11@gmail.com
  • Mariana Pelinson Gomes Thiago mariana.pelinsongt@gmail.com
  • Daiane Aguiar dos Santos daiane.aguiar.santos@gmail.com
  • Pascoal Joaquim de Paula Neto pascoalneto097@outlook.com
  • Mariana Almeida Maia maiamariana.enf@gmail.com

Palavras-chave:

Sífilis Congênita, Educação em Saúde, Tecnologia em Saúde

Resumo

A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST) e tem como o seu agente causador o Treponema pallidum. A infecção possui estágios clínicos e latência e se divide em três estágios: sífilis primária, secundária e terciária, além de poder ser transmitida de maneira vertical, da mãe para o feto (conhecida como sífilis congênita). Objetivo. Realizar uma intervenção educativa, orientando gestantes, alunos da área da saúde e o público em geral para o cuidado da sífilis congênita. Material e Método. Relato de experiência com abordagem explicativa e exploratória. Foi construída uma página informativo no aplicativo Instagram® com o nome do perfil de “Educação em Saúde | Informação”, e o endereço: @educacaoemsaude.ufmg. Os recursos utilizados para a construção da página, são os programas de edição de vídeos Reels do próprio aplicativo e o programa Canva para a elaboração das postagens. A elaboração desta intervenção não teve custos, e as informações são disponibilizadas gratuitamente. A avaliação é feita de maneira formativa de acordo com  as  interações  na própria página (curtidas, comentários e enquetes) e de maneira somativa por uma planilha de dados comparativa, em que serão inseridos o número de curtidas e comentários de cada postagem. Resultados e Discussão. Foram elaboradas até o momento 10 postagens no formato de cartilhas informativas, dois vídeos interativos e um vídeo em um canal do YouTube®. A soma das curtidas nas postagens já alcança o número de 288 curtidas, os vídeos no reels com 4146, o vídeo no YouTube® o total de 80 visualizações. A intervenção educativa apresenta uma forma inovadora de compartilhar o conhecimento científico e esclarecer as dúvidas  dos  participantes.  Conclusão:  Este  espaço  educativo  tornou  possível o elo entre ensino, pesquisa e extensão, onde os alunos envolvidos aprenderam sobre a temática envolvendo a inovação de aplicativo e auxiliem as pessoas sobre a prevenção e promoção de cuidados em IST’s. A construção da página educativa configura-se uma ferramenta de ensino e promoção da saúde, disponibilizando informações sobre o assunto em uma rede social de extenso alcance. Implicações para a Enfermagem. A Enfermagem é uma profissão que constrói o conhecimento por meio da atividade prática, juntamente com a integração da ciência, ética e arte no cuidado aos indivíduos.  Com o aumento dos casos de sífilis nos últimos anos, o profissional de enfermagem, é fundamental para a prevenção da infecção, seja na educação em saúde ou no diagnóstico e tratamento.

Publicado

09-12-2021
Métricas
  • Visualizações 0
  • PDF downloads: 0

Como Citar

OLIVEIRA BARROSO, P. H. de .; GOMES THIAGO, M. P. .; AGUIAR DOS SANTOS, D. .; PAULA NETO, P. J. de; ALMEIDA MAIA, M. . SÍFILIS CONGÊNITA: A INTERVENÇÃO EDUCATIVA TRAZENDO BENEFÍCIOS À SAÚDE. Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Cientí­ficos em Saúde, [S. l.], p. 97, 2021. Disponível em: http://revistaremecs.com.br/index.php/remecs/article/view/749. Acesso em: 6 jul. 2022.