PERCEPÇÃO DE PUÉRPERAS ACERCA DAS VIAS DE PARTO: REVISÃO NARRATIVA

Autores

  • Teodoro Marcelino da Silva teodoro.marcelino.s@gmail.com
  • Milena Nascimento Lima milenalima9212@gmail.com
  • Sidalina Alcântara de Souza souzasidalia12@gmail.com
  • Francisco Welington Moreira Palácio welington.palacio@urca.br
  • Juliana Aparecida Pereira de Lima enfa.julianaap@hotmail.com
  • Ingrid Mikaela Moreira de Oliveira ingrid_lattes@hotmail.com

Palavras-chave:

Cesárea, Parto Normal, Mulheres

Resumo

O parto, desde os primórdios da humanidade, sempre foi considerado uma experiência feminina e repleta de significados, construídos mediante a singularidade e a cultura de cada mulher, na qual influenciam diretamente na decisão pela via de parto. Frente a isso, destaca-se a importância de conhecer a percepção das puérperas acerca deste assunto e se sua experiência após o parto, influencia na escolha pela via de parto. Objetivo: Identificar, mediante a literatura científica, a percepção de puérperas acerca das vias de parto. Material e Método: Trata-se de revisão narrativa da literatura. A busca ocorreu de julho a setembro de 2021, nas seguintes bases de dados: Literatura LatinoAmericana em Ciências da Saúde (LILACS); Medical Literature Analysis and Retrieval System on-line (MEDLINE) e na Base de Dados de Enfermagem (BDENF) indexadas na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Utilizou-se a seguinte estratégia de busca: “Cesárea” AND “Parto Normal” AND “Mulheres”. Adotaram-se os seguintes filtros: artigos gratuitos e disponíveis na íntegra; publicados nos idiomas português, inglês ou espanhol e sem recorte temporal de publicação. Logo após, aplicou-se como critério de inclusão: os artigos que versassem sobre a temática em estudo. As revisões e os duplicados nas bases foram excluídos. Após leitura na íntegra, obtiveram-se 11 artigos para amostra final. Resultados e Discussão: Evidenciou-se nos estudos que as vias de parto sob a ótica das puérperas se referem às maneiras pelas quais o concepto nascerá, reconhecendo a existência de duas vias, a vaginal ou a cesárea. Observou-se em dez estudos que as puérperas reconhecem o parto cesáreo como a melhor via de nascimento por ser considerado seguro, rápido e indolor, contudo apresenta maiores riscos à saúde e à vida do binômio mãe-feto. Em relação ao parto vaginal, os onze estudos constataram que as puérperas o consideram um momento de muita dor e sofrimento, isso se justifica pelas experiências em partos anteriores. Entretanto, em comparação com a cesariana, o parto vaginal apresenta menores riscos para à saúde materna-neonatal, bem como uma melhor recuperação da mulher no pós-parto. Salienta-se que, nos estudos, as mulheres preferem o parto vaginal do que o cesáreo. Conclusão: Diante disso, ficou evidente que, a percepção das puérperas, em relação as vias de parto, se restringe a vivência das mesmas durante o parto, visto que considera a cesariana como um parto rápido e indolor, já o vaginal como uma experiência dolorosa e de muito sofrimento. Ademais, as puérperas reconhecem que o parto vaginal apresenta melhores desfechos maternos-fetais. Implicações para a Enfermagem: A Enfermagem Obstétrica possui um papel singular no processo educativo perinatal, de modo que ampliar a atuação desses profissionais pode contribuir no empoderamento da mulher, possibilitando a ela compreender e participar ativamente na decisão da via de parto.

Publicado

09-12-2021
Métricas
  • Visualizações 0
  • PDF downloads: 0

Como Citar

MARCELINO DA SILVA, T. .; NASCIMENTO LIMA, M. .; ALCÂNTARA DE SOUZA, S. .; WELINGTON MOREIRA PALÁCIO, F. .; PEREIRA DE LIMA, J. A. .; MOREIRA DE OLIVEIRA, I. M. . PERCEPÇÃO DE PUÉRPERAS ACERCA DAS VIAS DE PARTO: REVISÃO NARRATIVA. Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Cientí­ficos em Saúde, [S. l.], p. 93, 2021. Disponível em: http://revistaremecs.com.br/index.php/remecs/article/view/745. Acesso em: 6 jul. 2022.