EDUCAÇÃO E SAÚDE NO TRÂNSITO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Dalyla Maria Oliveira Pereira dalyllamaria13@gmail.com
  • Maria Viviane Lira Ferreira vivianelira169ferreira@gmail.com
  • Railane Lima Gomes raylima13infor@gmail.com
  • Roberta Marques Silva Ayres roberta.ayres@live.com
  • Taniel Lopes da Silva taniel.ls@hotmail.com
  • Antonia Mauryane Lopes enfermagem.ter@mauriciodenassau.edu.br

Palavras-chave:

Educação em Saúde, Prevenção de Acidentes, Enfermagem

Resumo

Os acidentes que ocorrem no trânsito constituem uma questão de Saúde Pública em todo o mundo. Estima-se que cerca de 1,2 milhões; o que corresponde a 25% das causas externas de mortalidade no planeta são ocasionadas por acidentes no trânsito. Nesse sentido a doação de medidas preventivas efetivas faz-se necessária. Objetivo: Relatar ação de sustentabilidade social, intitulada bliz de conscientização ao Maio amarelo - Atenção Pela vida realizada pelos alunos do estágio supervisionado I do curso de Enfermagem. Material e Método: Trata-se de um relato de experiência realizado pelo discentes do curso de enfermagem da Faculdade Mauricio de Nassau -Teresina, durante o estágio supervisionado I na Atenção Básica. A ação teve como objetivo conscientizar a população em geral, sobre os cuidados necessários no trânsito, uma vez que a Saúde Pública vivência uma epidemia provocada por acidentes de trânsito, cujas consequências sobrecarregam os serviços de saúde. A ação foi realizada pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU, Secretaria de Transporte, Guarda Civil Municipal, Vigilância Sanitária e colaboradores. Os alunos distribuíram folderes informativos e relataram informações conscientizadoras. Resultados e Discussão: a ação consistiu em palestra, discussão e distribuição de material educativo para provocar a sensibilização de toda a população assistida acerca dos cuidados de prevenção aos acidentes de trânsitos visando diminuição dos índices de acidente ocorridos na região, assim como mudança de comportamentos. Os alunos foram distribuídos em pontos estratégicos próximos ao ambiente da ação para distribuição de material educativo acerca dos problemas relacionados ao beber e dirigir. Cabe destacar que essa ação também. Foi voltada para que os participantes pudessem tornar- se agentes multiplicadores das informações, contribuindo, assim, para a redução do número de acidentes de trânsito envolvendo álcool. Dessa forma, essa atividade acadêmica foi elaborada em um processo educativo, cultural e científico articulado com o ensino e a pesquisa, de forma indissociável, colaborando para a ampliação da relação entre a Universidade e a sociedade, possibilitando, assim, a geração de novos saberes em futuros enfermeiros na promoção da educação em saúde. Conclusão: com esta experiência os acadêmicos de enfermagem puderam vivenciar um trabalho com enfoque na prevenção de agravos na comunidade, sendo esse essencial à sua formação profissional, haja visto a grande inserção do enfermeiro em serviços de atenção primária. Implicações para a Enfermagem: essa ação foi um importante e grande desafio para a redução da morbimortalidade relacionada aos acidentes de trânsito, para que assim o profissional enfermeiro possa desempenhar um papel importante na prevenção desses acidentes, embora seja uma temática que precisa ser trabalhada.

Publicado

09-12-2021
Métricas
  • Visualizações 0
  • PDF downloads: 0

Como Citar

OLIVEIRA PEREIRA, D. M. .; LIRA FERREIRA, M. V. .; LIMA GOMES, R. .; MARQUES SILVA AYRES, R. .; LOPES DA SILVA, T. .; MAURYANE LOPES, A. . EDUCAÇÃO E SAÚDE NO TRÂNSITO: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Cientí­ficos em Saúde, [S. l.], p. 77, 2021. Disponível em: http://revistaremecs.com.br/index.php/remecs/article/view/729. Acesso em: 30 jun. 2022.