POLÍTICAS DE SAÚDE E PRÁTICAS EM ENFERMAGEM

Autores

  • Osânia Rodrigues de Santana Domingos osania.rodrigues@outlook.com
  • Roberta Alves Cipriano da Silva rcipriano18@hotmail.com
  • Amanda Rodrigues de Sales Fontes amandarodrigues6666@outlook.com
  • Carlos Eduardo Rolim de Oliveira creduardo@hotmail.com
  • Luiz Faustino dos Santos Maia dr.luizmaia@yahoo.com.br
  • Amanda de Cássia Costa de Oliveira enfdermatoterapeuta@hotmail.com

Palavras-chave:

Enfermagem, Política de Saúde, Prática de Enfermagem

Resumo

A enfermagem está envolvida em planejamento, implementação, participação e avaliação de programas de saúde; essas etapas estão ligadas de acordo com as necessidades de cada um, para que exista uma assistência com qualidade no atendimento será necessário entender e se envolver em políticas de saúde. No concerne das práticas de enfermagem, constituem-se pela busca por ações que garantam que os serviços prestados estejam dentro dos padrões de qualidade exigidos para os fins a que se propõem. Para tanto, a enfermagem se fundamenta em conhecimentos cognitivos, sendo esse conhecimento integrado à pesquisa, peça fundamental para reformulação e construção de política de saúde. Acadêmicos, provedores e financiadores de saúde, formuladores de políticas e aqueles que acessam serviços de saúde reconheceram a necessidade de garantir que as organizações, sistemas e práticas de saúde sejam baseados em evidências. As práticas baseadas em evidências fortalecem o vínculo, segurança do paciente, estimulam os profissionais enfermeiros e influenciam às políticas de saúde mais efetivas. Objetivo: Estimular/incentivar os profissionais enfermeiros às práticas baseadas em evidências científicas e se envolver em políticas de saúde. Material e Método: Trata-se de uma estudo realizado a partir de artigos disponíveis na base de dados SCIELO, a busca ocorreu por meio dos descritores: Política de Saúde, Prática de Enfermagem, Enfermagem. Os critérios de inclusão adotados foram: artigos publicados no período de 2016 a 2020, em língua portuguesa. Artigos que não mostraram relação com o objeto deste estudo ou que não estavam disponíveis na íntegra foram excluídos deste estudo. Resultados e Discussão: O cuidado com a saúde, as atualizações tecnológicas, exige do profissional de enfermagem atualização, aperfeiçoamento e busca constante de novos conhecimentos, através dos estudos científicos, suas experiências/práticas serão aperfeiçoadas. É preciso conhecer o contexto em que está envolvido, ser crítico e autônomo para expor opinião, ideias. Diante do exposto, ocorrerão mudanças nas políticas de saúde tão necessárias em nosso país, a enfermagem precisa ser vista como realmente é, profissionais capacitados com autonomia e singularidade particular. Conclusão: As políticas em saúde precisam ser modificadas para que as práticas em enfermagem evoluam. A enfermagem precisa ser valorizada, pois, sua prática é peculiar e centrada na humanização. Contudo, o profissional deverá entender que essa mudança ocorre quando ele se atualiza, indaga e reporta suas experiências, e, no caminho reproduz os resultados. Implicações para a Enfermagem: Atualizar-se constantemente para exercer o cuidado humanizado e ético, onde o conhecimento científico sustentará a prestação do seu serviço.

Publicado

09-12-2021
Métricas
  • Visualizações 0
  • PDF downloads: 0

Como Citar

SANTANA DOMINGOS, O. R. de; CIPRIANO DA SILVA, R. A.; RODRIGUES DE SALES FONTES, A. .; ROLIM DE OLIVEIRA, C. E. .; SANTOS MAIA, L. F. dos .; COSTA DE OLIVEIRA, A. de C. . POLÍTICAS DE SAÚDE E PRÁTICAS EM ENFERMAGEM. Revista Remecs - Revista Multidisciplinar de Estudos Cientí­ficos em Saúde, [S. l.], p. 5, 2021. Disponível em: http://revistaremecs.com.br/index.php/remecs/article/view/657. Acesso em: 30 jun. 2022.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.